ACADÊMICOS

EFETIVOS E PERPÉTUOS

cadeira-03.png

ACADÊMICO

Cadeira nº 03

Nascimento:

Nasceu no dia 16 de agosto de 1955, natural de São Luís - MA, com progênie de uma família humilde, onde seu pai o Sr. Manoel de Nazaré Trancoso Mendes (in memoriam), procedente da cidade de Viana/MA, com profissão definida de carpinteiro, galgou com muita dificuldade o grau de contador na Escola Centro “Caixeral”, no ano de 1955.

Não obstante, sua saudosa mãe a Srª Aldenora Borralho Maciel Mendes (in memoriam), dimanada da cidade de Axixá/MA, com sua afanosa condição de enfermeira, profissão essa conquistada na Escola “Ateneu Teixeira Mendes”, a qual propalou seus conhecimentos teóricos e práticos, nos maiores hospitais da cidade de São Luís/MA, sempre com muito profissionalismo e responsabilidade.

Produto de um acrisolado e incisivo casamento, os pais tiveram 07 (sete) filhos, dos quais na ordem cronológica é o terceiro. Por sofrerem questões de ordem financeira, tiveram que criar seus filhos com muitas dificuldades, dando-lhes comedidamente, apenas as condições de alenta-los, sobremaneira, a fim de conquistarem suas vidas com saúde, por serem bem alimentados. Desta feita, passou parte da sua vida, isto é, até os seus 14 anos, residindo com seus pais e seus irmãos, em uma minúscula casa de taipa, coberta de palha, a qual era cedida à família, exatamente por não terem onde morar.

Desde o abinício de sua formação familiar, o mais importante foi que seus pais lhe proporcionaram ensinamentos substanciosos a trilhar para alcançar meus objetivos, tais como: trabalho, honestidade, humildade, ética, valorização da família, fazer tudo com amor e fé em Deus.

No incunábulo de seus estudos, todos realizados em escolas públicas: Escola Municipal “Teixeira Mendes”, onde cursou o primário; Colégio Municipal “Luís Viana”, no qual concluiu o ginásio, no Centro de Ensino de 2º Grau “Gonçalves Dias”, onde galgou o antigo científico e na Universidade Federal do Maranhão, onde se formou no Curso de Química, sem deixar de citar o Curso de Formação de Oficiais, concluso na Escola de Formação de Oficiais, na cidade do Rio de Janeiro.

Até seus 17 anos acolitou seu pai e os demais irmãos na criação de animais bovinos, no bairro onde moravam, num total de 02 ou 03, ajudando nos afazeres de alimentar e assear dos animais, e, também na venda de leite, visando um aumento na renda financeira da família, bem como na escrituração dos livros contábeis das empresas que seu pai prestava seus serviços de contabilidade.

Seus pais queriam uma vida de ascensão para a família. Acresce-se que no líbito em conquistar uma excelsa profissão, que ao concluir seu segundo grau, arriscou de tudo, quando em 1976, prestou concursos para a Empresa Estatal EMBRATEL e para a POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO, obtendo aprovação em ambas. Ora, senão vejamos, como a Polícia Militar precisava intensificar o seu quadro de Oficiais, obviamente que foi convocado incontinente a frequentar o Curso de Formação de Oficiais na Escola de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro, sendo declarado Aspirante a Oficial em dezembro de 1978.

Focou no trabalho e dedicação profissional. Frequentou o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais na Polícia Militar de Minas Gerais, bem como, com muita luta, concluiu o Curso de Química na Universidade Federal do Maranhão, além de desempenhar com muita proficuidade diversas funções dentro da Corporação Polícia Militar do Maranhão e também no campo civil, tais como: Comandante da Academia de Polícia “Gonçalves Dias”, Secretário de Trânsito e Transporte do município de São José de Ribamar/MA, Subcomandante da 2ª/2º BPM em Caxias, Comandante do Pelotão de Comando e Serviço do 1º BPM, Subcomandante da 1ª/1º BPM, Chefe da Seção Técnica de Ensino do CFAP, P/4 do BPTRAN, Cmt do Batalhão de Polícia Florestal, Subdiretor de Apoio Logístico, Presidente da Comissão Setorial de Licitação, Chefe da 4ª seção do Estado Maior Geral, Comandante do Policiamento de Área do Interior – CPAI/2, Membro efetivo do Conselho Estadual de Meio Ambiente, Gerente do Parque Estadual do Bacanga; aprovado em concurso público na cadeira de química, professor da Unidade Integrada de Ensino “Almirante Tamandaré”, Universidade Estadual do Maranhão (professor substituto), Universidade Federal do Maranhão (professor substituto) no curso de Especialização e Gestão em Segurança Pública, Gerenciamento Organizacional, Realinhamento Estratégico para aplicabilidade nas Juntas de Recursos de Trânsito,  Fiscalização e Aplicabilidade nas Infrações de Trânsito; Seminário Internacional de Segurança Pública, II Fórum Nacional de Direitos Humanos e Segurança Pública na Amazônia; Encontro de Ouvidores, proferir palestra para oficiais da Polícia Militar do Maranhão, Instrutor da Disciplina de Trabalho de Comando no Curso de Formação de Oficiais (CFO III); Instrutor da disciplina de Técnica Policial Militar no CFO I; e Ajudante de Ordens nos governos do Sr. Epitácio Cafeteira, Sr. Edson Lobão e do Sr. João Alberto, atividades essas que muito lhe honraram.

Há certos acontecimentos que sucederam no pretérito e nele se encerram. É assaz que quando gozava seus 47 anos de idade, requereu de forma prematura a sua transferência para a Reserva Remunerada, mesmo após haver conquistado por merecimento o posto de Coronel – cúspide da Corporação Polícia Militar. Ao ser homologado o seu ato de afastamento do serviço ativo da Polícia Militar do Maranhão, vislumbrou partir para uma nova atividade de vida, buscando por um período de aproximadamente 10 anos, um fortalecimento financeiro no comércio de “material de construção”, onde num contubérnio com outras pessoas, conquistou novas amizades.

Eis que no afã de novas conquistas profissionais, no mês de maio de 2014, foi convidado a assumir o cargo de Secretário de Trânsito e Transporte do município de São José de Ribamar/MA. Achou desafiadora a proposta, não obstante a desempenhou com muita cautela e bom senso, haja vista que dentro da estrutura da Secretaria estava inserida a Guarda Civil Municipal, constituída por 392 integrantes entre homens e mulheres.

Bom e muito importante, foi cuidar da vida pessoal, principalmente a parte afetiva, porque ter um ente para amar, compartilhar sonhos, metas, alegrias, comprometimentos, dificuldades, entre tantas coisas que rodeiam um casal, torna-se muito prazeroso. Tem uma família que fortalece seus elos, renova suas energias e auxilia no seu equilíbrio.

Seus agradecimentos ao altipotente Deus, aos seus pais (in memoriam), sua esposa e seus dois filhos, pela agnição em lhe proporcionar uma vida digna de muita saúde e prosperidade.